Você sabe o que é Pegada Ecológica?

(Flávia Gomes)

Você já parou para pensar que a forma como vivemos deixa marcas no meio ambiente? Essas marcas podem ser maiores ou menores, dependendo da forma como caminhamos. Afinal, todos sabem que é a partir das pegadas deixadas por animais na mata que conseguimos informações preciosas sobre os hábitos e outros dados tais como peso, tamanho e força.

Com os seres humanos, acontece algo semelhante. Nossas pegadas podem deixar diferentes tipos de rastros, de acordo com a maneira que caminhamos, nosso peso ou a força com que pisamos. E as pegadas se tornam mais pesadas e visíveis se aceleramos o passo ou corremos. Do mesmo modo que, ao andarmos em um ritmo tranqüilo, nossas pegadas são mais suaves.

Assim funciona também a “Pegada Ecológica”. Só que aqui, quanto mais aceleramos a exploração do meio ambiente, maior é o tamanho da marca que deixamos na Terra.

Quando usamos excessivamente os recursos naturais, quando consumimos exageradamente, quando aumentamos a degradação ambiental e deixamos por aí uma grande quantidade de resíduos estamos deixando rastros que comprometem a vida no planeta.

A Pegada Ecológica é um cálculo que nos mostra até que ponto a nossa forma de viver está de acordo com a capacidade do planeta. Mas qual capacidade? A de oferecer, renovar os recursos naturais e absorver os resíduos que geramos por muitos e muitos anos. Vale lembrar que a Pegada é uma estimativa.

A organização não governamental World Wildlife Foundation (WWF) divulgou recentemente um estudo de pegada ecológica que mostra que cada habitante da Terra precisaria de 2,9 hectares por ano para manter seu estilo de vida atual. Mas casa ser humano tem à disposição, hoje, apenas 1,6 ha.

Criação

A Pegada Ecológica foi criada para nos ajudar a perceber o quanto de recursos utilizamos, da Natureza, para sustentar nosso estilo de vida, o que inclui a cidade e a casa onde moramos, os móveis que temos, as roupas que usamos, o transporte que utilizamos, aquilo que comemos, o que fazemos nas horas de lazer, os produtos que compramos e assim por diante.

Ela é também uma ferramenta de interpretação da realidade e com ele podemos enxergar problemas conhecidos como desigualdade e injustiça. Além disso, conseguimos identificar a construção de novos caminhos para solucionar esses problemas por meio de uma distribuição mais equilibrada dos recursos naturais. Cada indivíduo, com atitudes de mudança, pode colaborar.

 Mas afinal, o que é de fato a Pegada Ecológica?

A Pegada Ecológica de um país, de uma cidade ou de uma pessoa, corresponde ao tamanho das áreas produtivas de terra e de mar, necessárias para gerar produtos, bens e serviços que sustentam determinados estilos de vida. Ela traduz em hectares (ha) a extensão de território que uma pessoa ou sociedade usa para se sustentar.

De um modo geral, as sociedades mais industrializadas utilizam mais espaço do que as culturas menos industrializadas. As pegadas dos países ricos utilizam recursos não apenas em suas terras, mas também em outras partes do mundo. Com isso, afetam os locais mais distantes e as comunidades mais pobres, explorando essas áreas e causando impactos com a geração e descarte insatisfatório de resíduos.

Na verdade, com toda essa exploração, o espaço físico terrestre disponível já não está mais sendo suficiente para nos sustentar… Precisaríamos viver de forma correspondente à capacidade do planeta, de acordo com o que a Terra possa nos fornecer. A Pegada avalia até que ponto o nosso impacto ultrapassou esses limites. Essa é uma forma de saber se vivemos de maneira sustentável.

O Cultura Ambiental conversou com o doutor em Ecologia pela Universidade de Brasília, Genebaldo Freire Dias, que escreveu um livro chamado “Pegada Ecológica e Sustentabilidade Humana”, onde ele trata do assunto com extrema riqueza de detalhes. Dias explica como é feito o cálculo da Pegada Ecológica e esmiúça questões que envolvem a influência humana nas alterações do meio ambiente. O autor aborda desde as conseqüências ambientais de simples atitudes do nosso dia-a-dia em casa, até os grandes impactos causados pelo desenvolvimento industrial.

O professor Genebaldo também utilizou um estudo desenvolvido no Distrito Federal. Segundo ele, nos últimos anos, a região do DF registrou o maior crescimento populacional e expansão urbana do Brasil.

Teste

O seu estilo de vida diz se você vive de forma sustentável. A relação do seu cotidiano com o meio ambiente diz muito sobre você. Ao adotar um estilo de vida mais equilibrado é fundamental. Há muitas atitudes que você pode tomar no seu dia-a-dia. Para isso, basta ter disposição e prestar atenção ao seu redor. O planeta agradece!

Calcule sua pegada aqui. Faça o teste e descubra como você impacta o planeta.

Escute o Cultura Ambiental ao vivo na rádio Cultura FM, 100,9, dentro do programa Revista 100,9, hoje, sexta-feira, às 17h ou pelo site do Movimento Calango.

Na internet: Escute também pelo Stickam.

Fontes: WWF, Professor Genebaldo Freire Dias, Mudanças Climáticas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s