Orquídeas no Parque do Guará

Orquidário no Parque do Guará

Hoje (30/04) a partir das 15h, uma programação especial com apresentações artísticas e exposições será realizada para comemorar a inauguração do Orquidário no Parque Ecológico Ezechias Heringer (Parque do Guará).

Na programação do evento acontecerá também o descerramento da placa do futuro museu e centro de pesquisa e educação ambiental Ezechias Heringer, o lançamento do cartaz comemorativo de 50 anos de Brasília pelo Orquidário Nacional do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e exposição das orquídeas do IBAMA, do Jardim Botânico de Brasília e de particulares.
 
A construção do orquidário foi um dos projetos aprovados pela Comissão de Seleção e Avaliação do Programa Abrace um Parque, em novembro do ano passado.
 
O evento é uma iniciativa do Instituto Brasília Ambiental (IBRAM) por meio da Diretoria de Administração de Parques da Superintendência de Gestão de Áreas Protegidas.

Abrace um Parque
 
O Programa foi criado em 2008 para garantir a implantação gradativa e planejada dos parques do Distrito Federal por meio de parcerias entre Governo, empresas públicas, instituições, organizações não-governamentais e voluntários. Até o momento 12 projetos foram aprovados que disponibilizarão mais de 4 milhões em investimentos nos parques do DF. Leia mais.
 
O Parque
 
Localizado na QE 23, Área Especial do Guará II, ao lado do SESI, o Parque Ecológico Ezechias Heringer também é conhecido como “Parque do Guará”. Recebeu o nome em homenagem ao pesquisador que identificou diversas espécies de orquídeas em todo o território do Distrito Federal.


 
O local existe desde a década de 60, de acordo com o Relatório de Unidades de Conservação e Áreas Protegidas do Distrito Federal e do Plano Diretor do Parque do Guará. Após sucessivos decretos promovendo a destinação de áreas para o Parque foi publicada a Lei n° 1826, de 13 de janeiro de 1998, que cria o Parque Ecológico Ezechias Heringer.
 
Dentro da área do parque com um total de 306.44 hectares passa um trecho do Córrego do Guará, a mata ciliar de ambas as margens e áreas adjacentes. A mata de galeria encontra-se interrompida em diversos trechos, mas ainda compõe, em conjunto com as árvores exóticas plantadas na região, um maciço arbóreo. A mata é importante pela sua diversidade florística e pela sua ação como corredor ecológico para fauna entre duas Unidades de Conservação vizinhas ao Parque: a Reserva Ecológica do Guará e o Santuário de Vida Silvestre do Riacho Fundo.
 
No parque já foram encontradas 51 espécies arbóreas, 72 espécies de orquídeas e 59 espécies de arbustos e ervas, incluindo espécies raras e quase extintas.

Anúncios

Uma opinião sobre “Orquídeas no Parque do Guará”

  1. Devemos ficar atentos e nos mobilizarmos contra qualquer movimento para acabar com o parque. Ontem, 29 de setembro, empresários de BsB se reuniram com distritais e pediram o fim do Parque do Guará e construção de residências e comércio no local. SOS Parque do Guará

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s