Programa Receita de Família apresenta dicas de alimentação

ONG Banco de Alimentos presta consultoria nutricional e tem sua nutricionista e gastróloga como apresentadora

A TV Brasil, em parceria com o SESI, está com  o programa Receita de Família no ar. O “Reality Show” terá a cada série de cinco episódios uma família diferente e de diversas partes do Brasil. O programa abordará temas como higiene, alimentação saudável e combate ao desperdício por meio do aproveitamento integral dos alimentos e da proposta de novos cardápios no cotidiano das famílias.

Com a consultoria da ONG Banco de Alimentos, a gastróloga e nutricionista Aline Rissatto irá ensinar as famílias como comprar os alimentos, estocá-los e prepará-los de maneira saborosa de modo a intensificar as suas propriedades. Como apresentadora do programa, Aline também irá ressaltar os bons hábitos de cada um e sugerir algumas mudanças para que todos tenham maior qualidade de vida. Descendente de italianos e com a experiência de lutar contra a balança desde a adolescência, ela ensina também como aproveitar todas as partes e propriedades dos ingredientes, sem desperdício e baixo custo.

Veja como sintonizar o canal TV Brasil de sua região pelo site: http://www.tvbrasil.org.br/comosintonizar/

A série tem 36 programas, com 26 minutos de duração cada, divididos em dois blocos de 13 minutos. Vai ao ar aos Sábados, às 14h30.

A produção foi à casa de cinco famílias de São Paulo, Brasília, Goiânia, Belém e Curitiba. Com seis câmeras e mais de 25 dias de gravação nessas residências, a equipe espionou seus hábitos alimentares e os cardápios do dia a dia. Em todos os programas, a nutricionista e chef de cozinha Aline Rissato vai às compras, põe ordem na despensa, mexe nas panelas e senta à mesa das famílias Silva, Cruz, Mesquita, Franco, Viana Paes e Rodrigues.

Agora, Cozinha Brasil- Receita de Família apresenta ao público que é possível combinar saúde e sabor na mesma receita, servindo como estímulo à mudança de hábitos. Entre o abrir e o fechar da geladeira, até mesmo quem tem restrições alimentares (diabetes, hipertensão, obesidade, doenças cardíacas etc.), aprenderá a montar um cardápio especial, comendo de forma correta e prazerosa, com alimentos da estação e da região.

O programa é realizado pelo SESI e produzido pela Cinevídeo. Dá sequência à iniciativa do SESI que, inspirado no programa Alimente-se Bem, em 2004, lançou nacionalmente o Cozinha Brasil, cujo objetivo é ensinar a população a preparar os alimentos de forma inteligente e sem desperdício.

Vale lembrar que estudo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado recentemente, mostra que os brasileiros se alimentam, cada dia mais de forma inadequada. A pesquisa indica, por exemplo, que a população diminuiu drasticamente a compra de itens básicos como arroz, feijão e açúcar e que as frutas e verduras, que deveriam corresponder a uma proporção entre 9% e 12% das calorias diárias ingeridas, representam 2,8%. Conclui também que não são carnes, cereais, hortaliças ou frutas que ocupam mais espaço no carrinho do supermercado. Bebidas e infusões são os itens mais adquiridos.

E mais: os brasileiros estão se alimentando de forma incorreta. E o grande vilão pode ser o habito alimentar inadequado. Ou seja, é possível, mesmo no mundo moderno competitivo fazer simples mudanças no dia a dia que podem contribuir para uma vida inteira com mais qualidade. A dica é básica e acessível a todos: organizar bem o tempo, manter uma alimentação balanceada, com valorização, aproveitamento integral dos alimentos e baixo custo na preparação, e fazer atividades físicas regularmente.

Sobre a ONG Banco de Alimentos (OBA)
Criada em 1998, a partir da iniciativa civil e pioneira da economista Luciana C. Quintão, a ONG Banco de Alimentos tem como objetivo minimizar os efeitos da fome, por meio do combate ao desperdício de alimentos e da promoção da educação e da cidadania. A organização não governamental Banco de Alimentos atua em três frentes: realiza o trabalho de “colheita urbana”, ou seja, arrecada alimentos que são sobras de comercialização e excedentes de produção e distribui para instituições sociais; promove ações educativas e profiláticas voltadas às comunidades atendidas; e expande os conhecimentos adquiridos em sua área de atuação para a sociedade como um todo por meio de eventos, oficinas culinárias, palestras e workshops, possibilitando uma mudança de cultura e trabalhando para um mundo mais sustentável.

A cada mês, a ONG Banco de Alimentos distribui em média 35,9 toneladas de alimentos, total que alimenta 22.171 brasileiros por dia. De janeiro de 1999 a dezembro de 2010, a ONG evitou que mais de 4.151 toneladas de alimentos fossem transformadas em lixo. Esse combate ao desperdício e à fome resultou, no período, em quase 38 milhões de refeições complementadas e em mais de sete milhões de atendimentos nas 51 instituições sociais cadastradas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s