Dicas de Turismo no DF e região

As férias estão chegando! Mesmo fazendo um friozinho, as cachoeiras são uma ótima pedida para momentos de descanso e lazer com a família e de aventura com os amigos. O Verde Capital preparou um roteiro bem verdinho e cheio de muitas vibrações positivas para você curtir sozinho ou acompanhado. Confira!

Usando um mapa, bússola, cantil, não esquecendo de passar bastante filtro solar, um tênis confortável, a máquina fotográfica para levar boas imagens para casa e vestindo uma roupa bem confortável, você está preparado para aproveitar um final de semana ou mesmo dias ensolarados e cheios de diversão nos pontos de turismo ecológico do DF e regiões próximas.

Riachos, cachoeiras, rios, grutas, animais silvestres e a flora típica do cerrado estão mais perto do que você imagina: Brasília e as cidades do Entorno oferecem uma quantidade enorme de opções para quem procura o lazer e a natureza.

Mas vale lembrar que além de um planejamento prévio é importante o uso de equipamentos adequados. Outro ponto importante para um passeio perfeito é ter sempre o cuidado com o meio ambiente. Leve sempre sacolas de plásticos para jogar o lixo, evitando sujar e poluir a natureza.

Agora vamos aos roteiros!

Parques e reservas ecológicas:

Parque da Cidade

Lugar ideal para recreação. Com uma área de 4,2 milhões de m2 e total infra-estrutura para o lazer, o parque oferece ciclovias, lago para pesca e pedalinhos, bicas, bosques com churrasqueiras, restaurantes, bares e parque de diversões. Possui ainda um pavilhão de feiras e exposições onde são realizados grandes eventos. O projeto urbanístico é de Lúcio Costa, o arquitetônico, de Oscar Niemeyer, e o paisagístico é assinado por Burle Marx. Localiza-se no Eixo Monumental Sul. Informações: 223-0720.

Jardim Zoológico

Os 420 hectares podem ser visitados a pé ou de carro. Lá vivem mais de mil espécies de animais. O zoológico possui bar, restaurante, bosques, teatro de arena e trenzinho para passear com as crianças. Aberto de terça a domingo, das 9h às 17h. Localização: Avenida das Nações, com acesso pelo Eixo Rodoviário Sul, Saída Sul ou EPIA. Informações: 245-5003.

Jardim Botânico

São 4,5 mil hectares de reserva ecológica com 526 deles destinados à visitação pública. O visitante pode caminhar por uma trilha de 800 metros onde são encontradas diversas formações do cerrado. O lugar tem um horto-medicinal com cem espécies de ervas nativas cultivadas e classificadas. O Jardim Botânico está localizado no Setor de Mansões Dom Bosco (SMDB), entrada próxima à QI 23 do Lago Sul, na estrada para a Escola Fazendária (ESAF). Informações: 366-3007.

Parque Nacional Água Mineral

Ótimo lugar para contato com a natureza. O parque conta com duas piscinas de água natural e um centro para visitantes, com museu e sala de vídeo. Para quem gosta de caminhar, são duas trilhas: a Capivara, de 1.300m, e a Cristal Água, com 5 quilômetros. É muito frequente avistar macacos-prego nas árvores. Há também grande diversidade de aves: mais de 300 espécies. Preço: R$ 3,00. Funciona diariamente das 8h às 16h. Acesso pela rodovia BR – 040. Informações: 465-2013.

Parque Nacional de Brasília

Lá estão localizadas as bacias dos rios Torto e Bananal, que alimentam a barragem de Santa Maria e abastecem de água potável a capital. A vegetação é formada por campos e matas ciliares, que representam quase todas as espécies do cerrado. É possível ver animais como o lobo-guará e o veado-campeiro. Está aberto de terça a domingo, das 8h às 16h, e fica a 9 quilômetros do Plano Piloto, na EPIA, com acesso pelo Eixo Monumental Oeste.

Estação Ecológica de Águas Emendadas

Na mesma nascente, desembocam águas para duas bacias hidrográficas distintas, por causa de um desvio de terreno, dando origem aos córregos Vereda Grande e Brejinho. Exatamente nesse ponto, acontece a junção das bacias Amazônica e Platina. A estação está inserida na região administrativa de Planaltina, a 44 quilômetros do Plano Piloto. O acesso é feito pelo Eixo Rodoviário Norte e pela BR-020, mas só é permitido com autorização do IEMA. Informações: 322-6426

Morro do Centenário

Sua maior atração é a Pedra Fundamental, lançada em 1922, ano do Centenário da Independência do País, como marco da mudança da capital para o Planalto Central, e hoje tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional. Situado entre os rios Bartolomeu e Sobradinho, o morro oferece uma bela vista das montanhas e vales que o circundam, cobertos por vegetação típica do cerrado. Localização: fica a 10 quilômetros do Plano Piloto, com acesso pela BR–020, e está a 9 quilômetros do Plano Piloto com acesso pela EPIA.

Lagoa Bonita ou Mestre D’armas

É a única lagoa natural do Distrito Federal. Suas margens servem de refúgio para os animais silvestres, pois são cercadas e cobertas de vegetação típica do cerrado, como pequenas árvores e buritis. Tem valor histórico, por ter marcado a passagem da Missão Cruls, em 1892. Localiza-se a seis quilômetros de Planaltina e 39 do Plano Piloto. Acesso pela BR-020, Saída Norte, até a interseção com a DF-13. Logo após a entrada para Planaltina, entrar à esquerda e seguir três quilômetros por estrada de terra.

Cachoeiras

Cachoeira de Saia Velha

Rica vegetação, com várias quedas d´água e piscinas naturais. Há um poço para mergulho com 30m de profundidade. Fica a 35 quilômetros de Brasília. Acesso pela BR–040. Na altura do quilômetro 5, entrar à esquerda e seguir por 6 quilômetros pela estrada de terra. Informações: 627-0000

Salto do Tororó

São 18m de queda d´água. Local de imensa beleza natural, leito pedregoso e levemente acidentado. Funcionamento: quinta a domingo de 8h às 18h. O salto se localiza a 35 quilômetros da rodoviária do Plano Piloto. Acesso pela QI 23 do Lago Sul, em direção ao Jardim Botânico. No trevo, pegar a DF-140, seguir 5 quilômetros e entrar à direita. Informações: (031) 284-1642.

Lagoa Bonita

Belíssima lagoa natural, rodeada pela típica vegetação do Cerrado. Fica a 36 quilômetros do Plano Piloto e a 6 quilômetros de Planaltina. Acesso pela BR-020, Saída Norte, até a intersecção com a DF–13.

Cachoeira do Pipiripau

Área pública onde o córrego Pipiripau forma várias cascatas, numa extensão de 100 metros. A maior delas tem um metro e meio de altura e forma uma piscina natural. A cachoeira se localiza a 58 quilômetros do Plano Piloto, perto da cidade de Planaltina, com acesso pela BR-020, até o quilômetros 19, à direita, seguindo a DF-410, sete quilômetros de estrada de terra.

Cachoeira e Gruta do Rio do Sal

O rio forma várias quedas, que variam de 6m a 12m de altura. Forma também duchas e piscinas naturais. A gruta possui várias galerias e salas cobertas de estalactites e estalagmites de cores impressionantes, e um grande salão com cerca de 15m de largura e 30m de profundidade. Localização: Perto de Brazlândia, a 68 quilômetros do Plano Piloto. Acesso pela DF-002 e 003 e BR–070. Informações sobre o acesso ao local na Administração Regional de Brazlândia. Fones: 391-1137/391-1139.

Mumunhas

As águas deslizam sobre degraus de pedra, criando seis cachoeiras, um salto, dois poços e várias piscinas naturais. O caminho é difícil, pois o relevo é acidentado. A vegetação é típica do cerrado. Fica a 44 quilômetros do Plano Piloto, na Chapada da Vendinha, numa propriedade particular. Acesso pela Saída Norte, em direção a Sobradinho até o posto Colorado. Seguir em direção a EPTC, em direção à Brazlândia, até o fim do asfalto – cerca de 13 quilômetros – e prosseguir por mais 20 quilômetros até encontrar uma entrada à direita.

Salto do Itiquira

É a maior queda livre acessível do País, com 168 metros de altura. Depois do salto, o rio forma várias cachoeiras, corredeiras e poços. Boa infra-estrutura com restaurantes, bares, lanchonetes, piscinas de água corrente, chalés e área para piqueniques. Entrada franca para sócios e taxa de entrada para não-sócios. Nos arredores do salto está o Complexo Turístico de Itiquira, com área para camping e total infra-estrutura. Fica a 110 quilômetros de Brasília, município de Formosa – GO. O acesso é pelas BR-020 e 030 até Formosa, de onde seguem 36 quilômetros de estrada asfaltada e sinalizada. Informações: 225-6601

Linda Serra dos Topázios

Faz parte da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN). É considerada um paraíso energético. São 500 hectares de cerrado com rica fauna e flora, além de vinte cachoeiras . Fica a 100 quilômetros de Brasília. Município de Cristalina – GO. É preciso ter autorização para entrar no local.

Salto de Corumbá

A 126 quilômetros de Brasília na cidade de Corumbá, com praias e piscinas de água natural. Em setembro ocorrem as “Cavalhadas de Goiás”, festa da padroeira Nossa Senhora da Penha.

Cachoeira do Arrojado

Cachoeira com 10m de altura e 50m de comprimento, formada pelo Ribeirão do Arrojado. Pequenas corredeiras com piscina de água natural. Propriedade particular. Fica a 134 quilômetros de Brasília, município de Cristalina – GO. Acesso pela BR – 040 e 64 quilômetros de estrada de terra.

Poço Azul

O rio forma um grande poço com água cristalina e azulada, além de cascatas, corredeiras, cachoeiras e uma caverna inundada. O terreno é acidentado e oferece uma belíssima vista da Chapada da Vendinha. Fica em propriedade particular e é cobrado ingresso. O volume da água não é grande, mas o que impressiona é a variedade da paisagem, que muda a todo o instante. É um conjunto de 12 cachoeiras e piscinas naturais, formadas ao longo do percurso. O poço de aproximadamente 200 m2 forma um verdadeiro santuário, imerso no silêncio estrondoso do impacto da água, proporcionando ótimo ambiente para meditação e elevação do espírito. Localização: Acesso pela Saída Norte até o Posto do Colorado, contornar balão e seguir em direção ao Lago Oeste. Ir até o fim do asfalto. Depois, percorrer mais 5 quilômetros pela estrada de terra até uma placa que indica a entrada à direita.

Chapada dos Veadeiros

Localizada a apenas 230 quilômetros de Brasília, a região da Chapada dos Veadeiros oferece diversos atrativos para quem gosta de se aventurar em trilhas e se refrescar em belas cachoeiras, com amplos e agradáveis poços. O visitante tem a impressão de estar num lugar encantado, recheado de formações geológicas singulares e com uma aura mística devido a grande afluência dos “alternativos” no final dos anos 70.

Alto Paraíso

Além do misticismo aflorado, Alto Paraíso é cercada de trilhas e rios que proporcionam caminhadas de pequeno esforço, já que as cachoeiras geralmente estão dentro das fazendas e chácaras. A cachoeira do Cristal fica a 3 quilômetros da BR em direção a Arraias e a de São Bento, na estrada de São Jorge. A cidade de São Jorge possui, também, diversas cachoeiras e parques. Na estrada para Alto Paraíso há o exótico Vale da Lua. As rochas, erodidas pela água por milhares de anos, dão a nítida impressão de estarmos caminhando na superfície da Lua. Por entre essas pedras passa o rio São Miguel.

Anúncios

2 comentários em “Dicas de Turismo no DF e região”

  1. já fui em algumas aqui citadas, muito bom esse guia, não esqueça de avisar sempre alguém pra onde vocês estão indo, todo cuidado e pouco.#vivaanatureza.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s