Arquivo da categoria: Verde Capital

Aterro sanitário de samambaia não resolve o problema

O portal de notícias Fato on Line (fatoonline) publicou entrevista com o professor Bernardo Verano sobre o aterro sanitário do Distrito Federal na Samambaia.

bernardo-verano

Leia aqui a matéria completa.

 

 

 

 

Anúncios

CRÍTICA AO CONSUMO SUSTENTÁVEL

oqueeconsumosustentavel_234

O Consumo Sustentável envolve a escolha de produtos que utilizaram menos recursos naturais em sua produção, que garantiram o emprego decente aos que os produziram, e que serão facilmente reaproveitados ou reciclados. Significa comprar aquilo que é realmente necessário, estendendo a vida útil dos produtos tanto quanto possível. Consumimos de maneira sustentável quando nossas escolhas de compra são conscientes, responsáveis, com a compreensão de que terão consequências ambientais e sociais – positivas ou negativas.

110901_quando-crescer

O vídeo abaixo faz uma crítica ao consumo sustável e descreve todas as etapas e pensamentos que devem ser utilizados pela população na hora de pensar e consumir sustentável. O que se vê hoje como consumo sustentável ainda não está nem perto de uma vida harmoniosa com a economia, meio ambiente e sociedade. Temos que avançar nesse sentido

Sustentabilidade para o Dia do Planeta

eco

O dia 22/04 é o DIA DO PLANETA!!

Para lembrar a data vamos compartilhar uma pequena versão adaptada sobre o vídeo “História das Coisas”, grande sucesso demonstra a ação do homem em relação ao planeta, meio de produção e consumo.

Você sabia que se todos nós consumíssemos como a sociedade americana teríamos que ter cinco planetas como o nosso para suprir a demanda de matéria prima? Realmente temos que repensar !!! Hoje é uma data de reflexão.

A todos que se interessam na área ambiental fica o convite para estudar Gestão Ambiental Icesp Promove ou estudar Pós graduação em Perícia Ambiental Pós-graduação Icesp Promove (Início imediato – Inscrições Abertas Turma X na secretaria). Venha estudar no melhor curso de meio ambiente do Distrito Federal.

Pensem em Sustentabilidade, pois ações assim podem salvar nosso Planeta e todos seus indivíduos. Assistam ao vídeo!!!

Essas ações vão ao encontro do que a ONU divulgou no dia do Planeta Terra. Veja matéria em http://migre.me/pJrTy

ADMINISTRAÇÃO RURAL E SEUS DESAFIOS PRODUTIVOS E AMBIENTAIS

 

estatisticas22

Walter Kondo é graduado em Medicina Veterinária pela UFPR, com MBA em Gestão de Agronegócios pela UFMS. Participou de cursos de desenvolvimento pessoal e liderança e está sempre atento aos eventos ligados ao setor. Quanto a experiência, gerenciei fazendas agrícolas e pecuária, num total de 7 propriedades simultâneas, com produções de soja, milho, cana e café, produções pecuária de corte da cria ao confinamento, implantando tecnologias que visavam uma busca constante do aumento de produtividade, através de parcerias com fornecedores e empresas de assessoria. Consegui sempre, nas mais diversas atividades, produtividades de destaque a nível regional e até estadual.

 

Antes de mais nada, é preciso ser do campo para trabalhar no campo? A rotina na fazenda favorece aos futuros administradores ou ser de uma cidade grande sem nenhum contato com o meio rural não interfere na formação do administrador de áreas rurais?

 

Não é preciso ser do campo, mas precisa ter muita afinidade. Pois é um estilo de vida completamente diferente, desde o amanhecer, os finais de semana, enfim, o dia a dia. Não tem teatro, shopping ou cinema. Precisa gostar do silêncio, da convivência com animais, da paz e tranquilidade do campo.

 

Quais requisitos básicos se espera de um administrador rural?

 

Um administrador precisa, antes de tudo, de atitude. Precisa conhecer as influências das estações do ano nas diversas produções e atividades da fazenda, para que possa fazer um bom planejamento das atividades e estabelecimento de metas para as diversas atividades. Um bom administrador precisa ter caráter, ser ético, justo e determinado para executar os planejamentos e atividades propostas.

 

Qual é sua área de atuação? Existem escolas que formam administradores de fazendas?

 

Atualmente, é gerência geral de lojas agropecuária. Mas, em fazendas, trabalhei com sistemas de integração lavoura/pecuária, produções agrícolas de soja, milho, cana e café, com produções pecuária de corte. Sistemas intensivos com creep-feeding, cruzamento industrial, desmame precoce e confinamento. Hoje, tem cursos de graduação em administração rural que ajudam muito aqueles que desejam atuar na área.

 

Desde quando começou até o momento, o que mais mudou no setor? O que você considera fundamental para um profissional manter-se atualizado?

 

Hoje a tecnologia da informática e a robótica fazem parte do dia-a-dia das grandes fazendas produtoras. Para se manter atualizado é preciso fazer especializações nas áreas de interesse e participar dos eventos ligados ao setor, como exposições, feiras, palestras técnicas, dias de campo, enfim, participar do maior número de eventos possíveis.

 

Sua formação inicial é medicina veterinária, isso foi um agente facilitador para o desempenho da função? Ou sua formação complementar que ofereceu as ferramentas que precisava?

 

Com certeza a graduação foi um facilitador, além de ter nascido em fazenda, enfim, um vínculo que vem desde as raízes. Para se manter atualizado é preciso gostar da atividade, a partir disso a busca por manter-se atualizado é uma consequência.

 

Como está o setor hoje? É carente de profissionais ou está saturado? Quais caraterísticas são fundamentais para conquistar um emprego?

 

O setor é carente de bons profissionais e, o agronegócio é a grande oportunidade do nosso país, que tem vocação pela extensão territorial, condições climáticas, o país que tem a maior reserva de água doce do planeta, tecnologia própria para ser o mais produtivo na maioria das principais atividades agropecuária. Para se conquistar um emprego no setor precisa gostar da atividade, determinação e muita garra para vencer os muitos desafios do setor.

 

Quais são os maiores desafios para quem trabalha no campo hoje? 

 

Os maiores desafios do setor são:

– logística; de transporte, com mais malhas rodoviárias, ferroviária e hidroviária, de portos mais eficientes e maior quantidade de portos.

– carga tributária menos onerosa.

– maior segurança em leis mais específicas e eficientes que possam garantir maiores investimentos no setor, como direito de propriedade que tenham um atendimento mais rápido e efetivo das autoridades em casos de invasão.

– uma política mais eficiente e abrangente por parte do governo federal para o setor. Uma política com planejamento para longo prazo, algo em torno de 20 anos.

 

As fazendas muitas vezes são indústrias rurais, como lidar com a falta de infraestrutura típica do campo na hora da contratação: falta de escolas, internet, serviços…?

 

Existe hoje tecnologia para levar internet mesmo em propriedades muito isoladas. No caso de escolas de ensino fundamental, dificilmente haverá local sem acesso, pois existem escolas mesmo em locais de difícil acesso.

 

O administrador de fazendas também é responsável pelo bem estar dos funcionários, que muitas vezes moram na fazenda. Que tipo de benefícios garantem qualidade de vida para esses profissionais?

 

Primeiro um bom plano de saúde para toda a equipe. Depois, divulgar e implantar hortas comunitária, criação de galinhas poedeiras, suínos e frangos de corte. Divulgar e implantar planos de cuidados sanitários e de higiene pessoal. Implantar, dependendo do tamanho da equipe, com apoio de autoridades municipais, uma escola na propriedade.

 

Quando se trata de comprar fazenda, o administrador teria condições de avaliar fazendas a venda?

 

Sim. Basta que o administrador tenha informações do preço praticado na região, por alqueire ou por hectare, avaliar as instalações da propriedade, a distância com relação as cidades próximas e principais vias de acesso. A partir destas informações ele saberá avaliar tanto para adquirir, como para vender. No meu caso, já negociei já negociei aquisições e venda.

 

Por Laryssa Caetano.

SITE: http://www.administracaoegestao.com.br/administracao-rural/

ADM_RURAL_ARTIGO

Aula 01_Conceitos

Exercício_1 de ADM_RURAL

Novos Conceitos

 

PlanejamentoRUral(1)

planejamentorural_MaterialDidático

 

CURSO DE EXTENSÃO EM PERÍCIA AMBIENTAL

 

Verde_Capital

O projeto VERDE CAPITAL em parceria com a Empresa Solucionare Comunicação e Treinamentos e apoio do curso de Graduação em Gestão Ambiental e Pós em Gestão e Perícia Ambiental ICESP Promove oferece o 1o curso de Extensão em Perícia Ambiental em Brasília na unidade Guará na sala 301 do bloco II no 3o andar entre os dias 02/02 a 6/02 com preparação para aula de campo em 12/02 e aula de campo em 14/02 para todos os alunos, ex alunos dos cursos de Graduação e Pós Graduação da faculdade, além do público externo que se interessar. O melhor de tudo é que o curso será sem custo a alunos, ex alunos da IES e para o público externo.

O limite de vagas é de 30 alunos. Para interessados externos da faculdade é preciso enviar um email  até às 16hs de cada dia para coord.gestaoambiental@unicesp.edu.br e receber sua confirmação.

Em anexo o programa do curso e a 1o aula a ser ministrada.

Um grande abraço e sucesso a todos interessados!!

Equipe Verde Capital

Extensão em Perícia Ambiental -2015 -FINAL

DIA DO CERRADO

No mês de setembro (11/09) comemoramos do DIA do Cerrado. Mas será que temos mesmo motivo para comemorar? O professor Bernardo Verano, Mestre em Saúde Ambiental e Coordenador de Gestão Ambiental das Faculdades Icesp Promove de Brasília, vai falar um pouco sobre esse bioma tão espetacular e tão ameaçado.

Acesse o vídeo:

Indicação de livro – Almanaque Ecológico do Lucas

 

O “Almanaque Ecológico do Lucas” visa promover uma reflexão sobre a preservação do meio ambiente junto às crianças. O livro chama a atenção da sustentabilidade de nosso planeta de uma maneira divertida e interessante.

Apresentado pelo personagem Lucas, o duende ecológico, o almanaque apresenta textos com uma linguagem simples e didática, ilustrações e passatempos que incentivam práticas que conscientizam sobre a importância da preservação ambiental. O Almanaque Ecológico do Lucas é destinado para professores, alunos e escolas de todo o Brasil.

Capa_Almanaque_Ecologico

Com o objetivo de dar suporte aos professores que buscam conteúdo e atividades de apoio à educação ambiental, a iniciativa da criação do almanaque foi desenvolvida pelo cartunista Léo Valença que em 2010, organizou um livro de coletânea intitulado “Aquecimento Global em cartuns” que reuniu cartunistas de vários cantos do país na publicação.

Continuar lendo Indicação de livro – Almanaque Ecológico do Lucas

22 de Abril – Dia da Terra

Fala-se tanto da necessidade de deixar um planeta melhor para os nossos filhos e, esquece-se da urgência de deixarmos filhos melhores para o nosso planeta.
terra-dia-22-04-20091

 

O Dia da Terra, 22 de abril, é uma data festiva comemorada em muitos países do mundo. A data foi criada nos Estados Unidos por Gaylord Nelson, senador e ativista ambiental. Além de criar a data, o senador lutou pela divulgação e promoção dos objetivos desta data.

A data foi criada com o propósito de abrir discussões em todo mundo sobre a importância da preservação dos recursos naturais do planeta Terra. Além disso, tinha como objetivo criar uma consciência mundial sobre os problemas da contaminação, destruição da biodiversidade, uso não sustentável dos recursos naturais, desmatamentos e outros problemas que ameaçam a vida em nosso planeta.

A primeira manifestação aconteceu nos Estados Unidos em 22 de abril de 1970. Participaram milhares de pessoas, principalmente estudantes de universidades e escolas. A pressão sobre o governo norte-americano foi grande e este criou a Agência de Proteção Ambiental.

Veja algumas frases interessantes sobre a terra, preservação e meio ambiente que compilamos aqui para vocês.

dia da terra

“No mistério do sem-fim equilibra-se um planeta. E no planeta um jardim e no jardim um canteiro no canteiro uma violeta e sobre ela o dia inteiro entre o planeta e o sem-fim a asa de uma borboleta.”
Cecília Meireles

“O maior desafio tanto no nosso século quanto nos próximos é salvar o planeta da destruição. Isso vai exigir uma mudança nos próprios fundamentos da civilização moderna – o relacionamento dos seres humanos com a natureza.”
Mikhail Gorbachev

“Não temo nossa extinção. O que realmente temo e receio
é que o ser humano arruine o planeta antes da sua partida.”
Loren Eiseley

“O laço essencial que nos une é que todos habitamos este pequeno planeta. Todos respiramos o mesmo ar. Todos nos preocupamos com o futuro dos nossos filhos. E todos somos mortais.”
John Kennedy

“Terra! Terra!
Por mais distante
O errante navegante
Quem jamais te esqueceria?…”
Caetano Veloso

 

 

 

Dia do Índio – 19 de Abril. Temos o que comemorar?

Temos o que comemorar?

Índios_Iauanauás

A população indígena brasileira está sofrendo com conflitos de terras em todo o país. Houve um retrocesso à proteção das terras indígenas, especialmente na Amazônia. Conflitos graves, com violência, inclusive.

O processo de demarcação de terras indígenas não é simples, nem rápido. Primeiro ele tem que ser declarado pela Justiça e depois homologado pelo Congresso Nacional, tendo em vista que é um direito Constitucional.

Diversos estudos realizados por vários centros de pesquisa mostram que onde há terras indígenas e unidades de proteção, o desmatamento é bastante reduzido. No Governo Dilma, o processo de demarcação e homologação de terras indígenas foi paralisado.  Foi o governo que menos demarcou e homologou terras indígenas, especialmente por conta dos projetos de infraestutura. No Congresso Nacional há alguns projetos que ameaçam as terras indígenas, projetos que reduzem áreas, tanto de terras indígenas quanto de Unidades de Conservação. Há ainda uma perigosa Proposta de Emenda Constitucional, a PEC 215, que transfere para o Congresso Nacional a competência de demarcar terras indígenas, quilombolas e unidades de conservação.

Essa proposta não atende o interesse nem dos indígenas, nem dos grupos afrodescendentes ou ambientais desse país. O Congresso é vulnerável à forças políticas e econômicas, sem falar nos interesses pessoais, velados ou escancarados.

imagens: wikipedia, bol, o globo, internet.