Arquivo da tag: dia do cerrado

DIA DO CERRADO

No mês de setembro (11/09) comemoramos do DIA do Cerrado. Mas será que temos mesmo motivo para comemorar? O professor Bernardo Verano, Mestre em Saúde Ambiental e Coordenador de Gestão Ambiental das Faculdades Icesp Promove de Brasília, vai falar um pouco sobre esse bioma tão espetacular e tão ameaçado.

Acesse o vídeo:

11 de Setembro – Dia do Cerrado

Para quem não sabe, 11 de setembro é comemorado o Dia do Cerrado, como já falamos outras vezes aqui, o bioma mais rico em biodiversidade.

Para quem não sabe, de acordo com o Ministério do Meio Ambiente quase metade da área original, cerca de 85 mil quilômetros quadrados de cobertura nativa já foi devastada. Ocupamos lugar de destaque na produção de grãos no país, mas perdemos cada vez mais em biodiversidade com o avanço do desmatamento, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Uma possível solução seria a criação de unidades de conservação em áreas de fronteira agrícola. Semana passada falamos da Amazônia, mas a taxa de desflorestamento do Cerrado é mais alta que a da nossa famosa floresta…

O Distrito Federal é a terceira unidade da federação com maior parte destruída do Cerrado original, entre os 12 estados que possuem o bioma. São Paulo e Mato Grosso do Sul lideram esse péssimo ranking. As causas são o desmatamento por conta da produção de biocombustível (cana- de-açúcar), no estado paulista enquanto que no Mato Grosso do Sul a causa é o plantio de soja e a criação de gado.

Já aqui no DF, a principal causa apontada é a especulação imobiliária, já que inúmeras áreas verdes deram lugar às cidades. O que resta do Cerrado do DF aparece nas unidades de conservação, compostas pelo Parque Nacional de Brasília, Reserva de Águas Emendadas, Reserva Ecológica do IBGE e Jardim Botânico. Por aí vemos que a expansão apressada e desordenada é capaz de atropelar políticas ambientais, agroindustriais e de saneamento.

Essas ações destruidoras geram perdas ambientais e as queimadas estimulam a concentração dos gases e aumentam o efeito-estufa. Não é a toa que Brasília apresenta, nesse período, o ar mais poluído que São Paulo…
Também é importante lembrar que o cerrado guarda as fontes de água-doce do país. Acabar com a vegetação vai comprometer o que daqui a 15-20 anos vai valer mais que ouro e o que o Brasil ainda tem em abundância, água.

E com esse tempo de muita seca, já são mais de 120 dias sem chuva, nunca é demais alertar para os perigos das queimadas. Essa semana o Ibama declarou estado de emergência ambiental no Distrito Federal. A medida autoriza os órgãos responsáveis por combater as queimadas a reforçar equipes dispensando licitações ou concursos públicos para contratar profissionais por tempo determinado. Somente nesse período sem chuva esse ano houve mais incêndios que em todo o ano passado e o fogo já consumiu sessenta e sete e meio por cento de cerrado, o que representa quase quinhentos mil metros quadrados.

Fonte: Agencia Brasil

Aniversário da Revista 100,9 e Dia do Cerrado

A Revista 100,9 hoje faz aniversário. Com 1 ano de vida, o programa se mostra como uma ótima opção para ficar por dentro do que acontece na cidade, para ouvir crônicas e muita música de qualidade. E ainda traz uma pitada de meio ambiente com o quadro Cultura Ambiental.

parabéns_cerejeira

O programa vai ao ar na Rádio Cultura FM (100,9), todas as sextas-feiras, dentro do programa Revista 100,9, a partir das 17h (pela rádio ou pela internet no Movimento Calango). Ouça também pelo Stickam.

No programa de hoje o destaque é o dia do Cerrado. O Bioma Cerrado localiza-se principalmente no Planalto Central do Brasil. Ocupa 24% do território nacional, pouco mais de dois milhões de quilômetros quadrados. Segundo estudos atuais, restam 61,2% desse total, em áreas distribuidas no Planalto Central e no Nordeste, estando a maior parte na região Meio-Norte , nos estados do Maranhão e do Piauí. Existem áreas de Cerrado também em Rondônia, Roraima, Amapá, Pará, bem como em São Paulo.

Cerrado_biomas

É a segunda maior formação vegetal brasileira depois da Amazônia, e a região tropical mais rica do mundo em biodiversidade. Além disso, o Bioma Cerrado é favorecido pela presença de diferentes paisagens e de três das maiores bacias hidrográficas da América do Sul. Concentra nada menos que um terço da biodiversidade nacional e 5% da flora e da fauna mundiais. 

O número de espécies vegetais supera 6.000. A riqueza de espécies de peixes, aves, mamíferos, répteis, anfíbios e invertebrados é igualmente grande, ocorrendo a metade das espécies de aves, 45% dos peixes, 40% dos mamíferos e 38% dos répteis com relação ao Brasil. Estima-se que nada menos do que 320 mil espécies ocorram no Cerrado. Esse valor representa cerca de 30% de tudo o que existe no Brasil, pelo menos, segundo as estimativas realizadas. Portanto, a biodiversidade do Cerrado é elevada, mas geralmente menosprezada.

Pictures

Acredita-se que existam aproximadamente 7.000 espécies de plantas com flores no Cerrado, mas esse número pode chegar a 10.000. O grupo é de longe o mais diversificado entre as plantas porque existe uma diversidade de ecossistemas que compartilham a paisagem do Cerrado. Cerca de 35% das plantas do Cerrado são típicas da formação Cerrado sentido restrito; 30% de Matas de Galeria, 25% de áreas campestres e 10% ainda não estão classificadas.

Pictures-1

Não perca o Cultura Ambiental de hoje!

Assista o vídeo premiado sobre o Cerrado produzido pela Rede Globo.

Fontes: Embrapa cerrado, portal ambiente brasil.

2º Viva Cerrado Vivo

viva_cerrado_2009

2° Viva Cerrado Vivo

O Instituto Brasília Ambiental (IBRAM), por meio da Diretoria de Educação Ambiental e Difusão de Tecnologias (DIREA), irá comemorar o Dia do Cerrado nesta semana. O segundo maior bioma brasileiro é o tema do 2° Viva Cerrado Vivo que será realizado de 9 a 11 de setembro, no Auditório D. João VI, na Imprensa Nacional.
 
A solenidade de abertura acontecerá nesta quarta-feira, às 18h, e contará com a presença do presidente do IBRAM, Gustavo Souto Maior; do deputado federal, Pedro Wilson (PT-GO), autor da Proposta de Emenda à Constituição (PEC n° 115/95) que consagra o Cerrado e a Caatinga como patrimônio nacional; e representantes da Secretaria de Biodiversidade e Florestas do Ministério do Meio Ambiente.
 
Durante os três dias de evento, estudantes da rede pública de ensino do Distrito Federal irão prestigiar uma mostra com os filmes premiados no Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (FICA); debates, oficinas, interações artísticas e exposições sobre o Bioma Cerrado. Além de stands com produtos da farmácia popular do Cerrado.

Veja a programação completa aqui.

Fonte: Assessoria de comunicação Ibram